sábado, 5 de outubro de 2013

"Canto de Diáspora", hoje, em Lisboa

Hoje, em Lisboa, ocorre o lançamento da nova obra de Manuel C. Amor, um dos bons poetas que tenho o grato privilégio de conhecer. O livro tem como título “Canto de Diáspora” e é o primeiro de uma série criada pela Temas Originais denominada por “Vozes de Angola”. Considero que há dias de sorte e o dia em que esta obra bateu à porta do eu-editor foi, sem dúvida, um desses dias. Dia esse que escapou à tempestade que foi o meu último ano.

Bom, mas vamos ao que importa. Como referi, hoje há esse evento, o qual acontecerá, pelas 20 horas, no Centro InterculturaCidade, que se localiza próximo do Parlamento, na Travessa do Convento de Jesus, 16 – A. Passe por lá, vai ver que valerá bem a pena.


Tenho o Manuel C. Amor como um verdadeiro guerrilheiro pelo uso que faz das palavras. Para ele o poema não é imune ao mundo que o circunda, antes se deixa contaminar por aquilo que observa e sente, tendo o Homem maioritariamente como o tema base da construção do texto. Mesmo quando nos soa a catarse, há como que uma transfiguração, uma espécie de abraço, uma universalização. Para mim, pessoalmente, é um dos tais autores que bem merecia uma atenção por parte da crítica.
Enviar um comentário