segunda-feira, 11 de novembro de 2013

In Memoriam - António Maria Lisboa


Cumpre-se hoje, dia 11 de Novembro, sessenta anos sobre a morte de António Maria Lisboa, cuja escrita amiúde me acompanha. Assim, e como homenagem, insiro um ciclo sob epígrafe que foi editado em 2012 na "Antologia de Escritas 9".


Sob epígrafe de António Maria Lisboa


                    As formas, as sombras, a luz que descobre a noite
                    e um pequeno pássaro.

                                        António Maria Lisboa


1.

tudo existe
tudo se manifesta
rente à pele dos sentidos

tudo
ou talvez nada

tudo como reflexo
aparência

ilusão


2.

no entanto
a sombra presa às paredes
ao chão

a sombra
a invenção da palavra


3.

pela noite acordo a luz
que as sombras pronunciam

acordo
como se descobrisse
os dedos

os dedos
com que se tece a maçã
de cada demanda


4.

e um pequeno pássaro
esventra a noite
criando a madrugada

canta a forma
a sombra
a luz

canta o eclodir de um poema
Enviar um comentário