domingo, 5 de outubro de 2014

de "Monte Maior sobre o Mondego" - 4


Quarta Torre - ANTÓNIO RODRIGUES CAMPOS

Não há futuro sem passado,
fruto sem semente,
poesia sem música.

Tudo seria terra árida,
vento agreste,
rio sem desejo
de ser mar.

Um povo sem memória,
é um povo
que se resigna
a perecer.

in "Monte Maior sobre o Mondego" (e-book, ArcosOnline, Arcos de Valdevez, Portugal, 2006; Temas Originais, Coimbra, Portugal, 2010) - Menção Honrosa (Poesia) no Prémio Literário Afonso Duarte - 2004.
Enviar um comentário