terça-feira, 7 de outubro de 2014

de "Monte Maior sobre o Mondego" - 6


Segunda Torre - FRANCISCO PINA E MELO

Havia a palavra
e a exacta medida
de cada verso.

Trazia nas mãos
todos os utensílios
e o fogo
germinando no olhar.

Cada palavra
era delicada,
do mais puro ouro.

Brilhava
qual metáfora solar,
filigrana
iluminado de dentro.

E cumpria
o seu supremo ofício
de ourives da poesia.

in "Monte Maior sobre o Mondego" (e-book, ArcosOnline, Arcos de Valdevez, Portugal, 2006; Temas Originais, Coimbra, Portugal, 2010) - Menção Honrosa (Poesia) no Prémio Literário Afonso Duarte - 2004. 

Enviar um comentário