quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

de "Acordes de azul" - 16

agora que as mãos despertam o
ofício do sonho, e que teu corpo
evola por sobre a matéria,
extenso é o momento e preciso é
o voo ou o desejo de ser ave
em alma e corpo.

in "Acordes de azul" (e-book, Virtualbooks, Brasil, 2002)

Enviar um comentário