segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Para o meu Pai, Francisco

No dia de aniversário do meu Pai, um poema:

ao meu Pai, Francisco

meu pai também visita-me nas noites
em que alimento o cancro
que me consome

diz-me de uma árvore que resiste
mui antes do tempo
contado pela sua avó

diz-me enquanto o cigarro resiste
ao vento

ao tempo



Enviar um comentário