quinta-feira, 16 de abril de 2015

de "O livro do regresso" - 31 e 32


a saudade

que se veste de azul
em seu olhar vegetal
moldado pelo vento

é desenhada pelas aves
quando esboçam a partida

*

quem a plantou
sonhara com seu destino

dera-lhe corpo de barco
corpo de cinzel

que enseja
depurar as ondas

in "O livro do regresso" (Edium Editores, Matosinhos, Portugal, 2008); "Viagem pelos livros" (Escrituras, São Paulo, 2011) - Prémio de Poesia Raul de Carvalho - 2005, organizado pela Câmara Municipal de Alvito
Enviar um comentário