domingo, 3 de maio de 2015

de "Nove ciclos para um poema" - 3.º Ciclo


III

As rochas gritaram árvores no peito das crianças

Corsino Fortes

1.

sabia de um cinzel
distante
que partira qual ulisses
para escrever o seu regresso
com a caligrafia
exacta de um grito

2.

um dia aprendera o valor
das palavras puras
e plenas
do voo das aves
no esboço de uma ilha

3.

há uma jangada
na descoberta da voz

um grito
nado na boca das amarras

4.

aproximou-se
sentindo a respiração
das rochas
rente aos pulmões do mar
onde uma criança brota
das árvores de espuma
que se recolhem
junto aos pés do areal

in "Nove ciclos para um poema" (edium editores, Matosinhos, Portugal, 2008); "Viagem pelos livros" (Escrituras, São Paulo, Brasil, 2011) - Prémio Literário da Lusofonia - 2007, organizado pela Câmara Municipal de Bragança 
Enviar um comentário