sábado, 28 de dezembro de 2013

de "Acordes de azul" - 7

Repara nesta pedra e sente
o sangue a seiva que a percorre
Fecha teus olhos e procura
o oculto cinzel do teu sonho
para que nado o corpo vejas
onde era frio inerte o nada

in "Acordes de azul" (e-book, Virtualbooks, Brasil, 2002)

Enviar um comentário